quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Inauguração

Este espaço inicia-se hoje e se destina a transgredir palavras com o fim de questionar a modernidade que hoje vivenciamos. Aqui as palavras são transgredidas porque apresento textos, reflexões, prosa e poesia, frutos todos de minhas angústias com o momento em que vivemos, com a sociedade, a comunidade, o indivíduo e, principalmente a arte e o ofício de escrever. Busco discutir questões de filosofia, literatura e a escrita por meio da própria escrita. Serão as palavras, uma vez transgredidas, que me permitirão a leitura, o alcance e a descrição do universo possível. Desde já agradeço aos meus futuros leitores que comigo comungam do prazer de ler e escrever.

Nenhum comentário: