terça-feira, 17 de março de 2020

Direito da Moda - Lançamento CANCELADO



Cara Leitora e Caro Leitor

Por conta da atual situação, que exige cuidado e consideração de todos, o evento acima foi cancelado e será remarcado para um momento mais oportuno. A autora fará, também oportunamente, um vídeo de apresentação da obra, a qual será disponibilizada nas livrarias a partir do próximo sábado. Agradeço a sua compreensão e manterei contato para atualizá-los.







DIREITO DA MODA: UMA INTRODUÇÃO AO FASHION LAW

de Valquíria Sabóia

Lançamento com palestra: dia 21 de março, a partir das 19h

Blog Fashion Law VS



Direito da Moda, com sua característica interdisciplinar, já se firmou como uma área relevante dos estudos jurídicos. Nascido nos EUA, no início da primeira década deste século XXI, sob o nome de Fashion Law, visava inicialmente discutir a proteção ao trabalho dos estilistas. O universo da Moda e sua indústria, com sua importância econômica e sua complexidade como fenômeno sociocultural, impulsionaram as discussões para outras esferas que não apenas o design de marcas, alcançando questões de contratação e defesa da imagem de modelos e até mesmo o grave problema do trabalho escravo. Este livro almeja ser uma breve introdução a essa disciplina, tendo buscado apresentar um panorama geral dos principais assuntos envolvidos.

Contate o blog Fashion Law VS aqui


sábado, 25 de janeiro de 2020

São Paulo 466 anos


Naquela manhã, do dia 25 de janeiro de 1554, em que se havia terminado a construção de um barracão no qual se instalaria o Real Colégio de Piratininga, os doze padres jesuítas que o idealizaram e nele trabalharam, celebram uma missa, presidida pelo futuro diretor. Este gesto dá origem à cidade de São Paulo. O nome escolhido fora uma homenagem à mesma data em que o apóstolo Paulo se convertera ao cristianismo.

Originária desta forte tradição cristã-católica, hoje São Paulo abriga credos, raças e corações dotados da mais plena diversidade. Prismas, matizes, espectros, cores, ideias e sentimentos se fundem e misturam dialeticamente neste atual centro cosmopolita da maior importância.





Na data de hoje, a cidade celebra seus 466 anos! Quem nela reside não a consegue abandonar. Conhecendo-a ou não, o residente sente-se um preso livremente voluntário. Não há um motivo único para isso. A força econômica de um município que possui o 10º maior PIB do mundo, conforme disse uma pesquisa de 2009; as oportunidades de trabalho e desenvolvimento pessoal; a plenitude da vida cultural, com museus, parques e monumentos, a agitação da vida noturna, quase ininterrupta que chega a confundir-se com o dia; a riqueza do espaço gastronômico de origem praticamente universal; o ativismo de movimentos políticos diversificados; a loucura produzida pela contradição do cinza do asfalto com o colorido dos carros. O choque cotidiano de pessoas que se vendo não se veem. O isolar do ritmo e o aconchego de breves contatos ou sólidas amizades que seguem o movimento impetuoso da metrópole.

Nada explica ao certo. Mas São Paulo vive, pulsa e grita com a força de seus cidadãos e habitantes. E estes vivem dela... e, certamente, por ela.

Parabéns a seus 466 anos, São Paulo!